Grau de satisfação com delivery dos brasileiros é ruim, aponta pesquisa

O grau de satisfação com delivery do consumidor brasileiro atualmente é considerado ruim. Segundo pesquisa realizada pela AlmoçoGrátis, em parceria com a Galunion Consultoria o grau de satisfação com delivery do consumidor se encontra no ruim com deliveries e isso se dá por uma série de fatores que foram relevados nessa pesquisa.

grau de satisfação com delivery

Como foi realizada?

 

O estudo foi realizado pela AlmoçoGrátis no ano de 2020 e 2021, sendo realizada diversas pesquisas e que foram compiladas nas percepções apresentadas no estudo, além disso, ele foi feito em parceria com a Galunion Consultoria.

A pesquisa conta com 3032 pessoas, sendo 46% homens e 54% mulheres. Alguns detalhes que valem ser citados:

  • 18% Classe A-, 35% Classe B, 30% Classe C+.
  • 43% tinham idade entre 27 a 35 anos.
  • 23% tinham idade entre 18 a 26 anos.
  • 24% tinham idade entre 36 a 44 anos.

Grau de satisfação com delivery

Eles esperavam encontrar o grau de satisfação dos consumidores, suas exigências e como poderiam chegar na execução perfeita. Além de complementos, sobremesas e indicadores para a execução perfeita.

Vale cita que a escala era dada da seguinte forma:

  • 1 – 3,5 : Péssimo
  • 3,6 – 4,25 : Ruim
  • 4,26 – 4,5 : Ok
  • 4,6 – 5 : Excelente

 

O que os consumidores falaram?

 

O primeiro ponto que é apresentado na pesquisa é que os consumidores enxergam os deliveries hoje com uma nota de 4,25, que é considerada uma nota ruim segundo a escala e os consumidores demandam uma nota melhor para se sentirem a vontade para comprar, sendo a nota de 4,50 o ideal. Esse dado é revelado a partir de 75% dos consumidores que exigem no mínimo essa nota para escolherem aquele negócio. Vale ser citado também:

  • 9% escolhem apenas lugares com nota 5.
  • 23% dizem pedir apenas em locais com 4,70 ou mais.
  • 43% só pedem em locais de 4,50 para cima.

Esse dado revela que o consumidor está bem exigente quanto as avaliações de outros clientes e pode ser um fator crucial na hora de decidir.

 

A má influência e seu poder

 

De acordo com a pesquisa, a AlmoçoGrátis traduziu a palavra Net Promoter Store (NPS) para confiança, para entender o quão um consumidor tem de confiança em uma marca e numa expert~encia ao ponto de indica-la a alguém. Segundo os dados levantados a pontuação de confiança se encontra em 40, demonstrando que a confiança no Delivery é BAIXA de acordo com a recomendação de consumidores.

Outros dados que valem ser citados é o necessário para se recuperar de feedbacks e experiências negativas. São necessárias entre 4 e 12 experiências positivas para a compensar uma experiência negativa , também foi citado que são necessários 40 consumidores encantados para compensar uma única nota ruim.

 

Dados que valem ser citados

 

Segundo a pesquisa, um fator que está ligado a insatisfação do cliente é o tempo. Um atraso de 20 minutos gera uma queda de 33% no encantamento do cliente com a marca e ainda aumenta o esforço para alcançar a nota mínima de 4,50. É citado que 38% dos consumidores entendem que a culpa é do aplicativo, mas 62% entendem que a culpa é do restaurante diminuindo sua percepção de qualidade.

Outro problema que é apresentado é a taxa de entrega, os consumidores não estão satisfeitos. Esse fator é o segundo maior motivo, perdendo apenas para qualidade do produto. Vale citar que 43% deixam de recomprar no mesmo local por conta da entrega elevada.

 

Na pesquisa são levantados vários dados pertinentes para mostrar com o consumidor está mais exigente e como isso tem gerado uma demanda maior por qualidade, redução de taxas e logística por parte dos negócios. A competitividade em um mesmo aplicativo tem aumentado e quem não está conseguindo suprir as necessidades do consumidor vai ficar de fora.

 

Você pode acessar o artigo completo em: https://conteudo.galunion.com.br/pesquisa-percepcoes-do-delivery-na-pandemia