Como escolher a plataforma ideal de ecommerce em supermercados online?

O ecommerce em supermercados veio para ficar. Desde a explosão da COVID-19, em março de 2020, os varejistas de alimentos foram desafiados a garantir que itens essenciais chegassem às casas de seus clientes, afinal, a segurança vem em primeiro lugar e ir às lojas físicas não era mais uma opção viável para muitas pessoas. Nesse sentido, o tamanho não importa: de grandes redes a supermercados menores e locais, todos se depararam com o desafio de entregar produtos essenciais para os seus clientes, indo além da loja física. A maneira de fazer isso? Ficando online.  

  

A mudança digital dos supermercados

Houve um aumento gigantesco nos números de compras em ecommerce de supermercados e em todo o mundo têm registrado mais de 100% de crescimento anual. Novos hábitos alimentares e de compras mudaram a relação cliente-supermercado, especialmente no cenário digital. Em 2020, 50% dos consumidores afirmaram ter comprado mantimentos online e 62,5% disseram que planejavam comprar, em comparação com 36,8% e 39,5%, respectivamente, no ano anterior. 

Com as interações dos consumidores com as empresas sendo 60% online e 40% offline, tornou-se crucial construir uma presença online com foco no crescimento e nas vendas. A transição do offline para o online afetou diferentes camadas econômicas e mercados. 

Embora as bases do comércio eletrônico sejam basicamente as mesmas, os desafios e particularidades específicas do setor de varejo de alimentos devem ser um guia para identificar a melhor plataforma de comércio eletrônico para o seu negócio. Aquela que que não é genérica. A especialista em supermercados. 

Desafios de implementação de ecommerce em supermercados

ecommerce em supermercados

Na hora de comprar alimentos, seguem requisitos específicos: refrigeração, conservação de frutas e verduras frescas, venda a peso … A lista é longa: perecíveis, processos de picking e embalagem de acordo com as preferências do cliente. 

Oferecer uma experiência off-line completa e adequada pode ser fácil, mas falando em compras online, há ainda mais aspectos a serem considerados, como a necessidade de uma coleta precisa, possibilidade de contactar o cliente de forma rápida, se necessário, reposição de produtos para evitar quebras e garantia de que a entrega seja feita no prazo. Além disso, o ecommerce de supermercados deve oferecer uma experiência online o mais parecida possível com a física, ou até superior, para garantir vantagem competitiva, uma vez que o consumidor final está cada vez mais exigente.  

 Simplificando, uma operação de supermercado online tem vários outros desafios – e manter esses desafios em mente é a chave ao escolher e priorizar os recursos de que você precisa de uma plataforma de ecommerce ou aplicativo para supermercado. 

O que observar ao iniciar uma plataforma de ecommerce em supermercados online?

É importante certificar-se de que a ponte estabelecida entre a marca física e a digital garante uma experiência do usuário perfeita, especialmente daqueles que vão diretamente ao site como um cliente físico em primeiro lugar.  

Para isso, e para continuar a agradar aos clientes, as funcionalidades obrigatórias incluem um site ou aplicativo de alta qualidade, logística, gestão de estoque e conveniência multicanal confiável, entre outras. Estes são da maior importância para os merceeiros online, porque garantem que todas as partes cruciais da operação estão a funcionar. A combinação de diferentes funcionalidades às mencionadas pode melhorar outras partes da operação online, tornando a experiência de compra online agradável e o mais próxima possível da coisa “real”. 

Site ou aplicativo de alta qualidade? E por que não os dois?

Ninguém entraria em uma loja suja e desorganizada para fazer compras, certo? Design bonito, imagens de boa qualidade, texto claro e gramaticalmente correto são um começo quando se trata de navegação online. Velocidade rápida de carregamento de página, navegação intuitiva e pesquisas e sugestões algorítmicas inteligentes contribuem para uma boa experiência online. A plataforma Instabuy, por exemplo, utiliza UX e inteligência artificial para desenvolver uma plataforma otimizada para supermercados.

Soluções logísticas e gestão de vendas.

Encontre a melhor solução de ecommerce para gerenciamento do atendimento de pedidos por meio de um sistema inteligente capaz de entender as necessidades específicas do comércio eletrônico de alimentos, conforme mencionado. A Instabuy oferece uma plataforma de gestão WEB para você gerenciar as vendas, com processos de atualizações de estoques, pagamentos, estruturas mercadológicas, cadastros de consumidores, tabelas de preços, endereços de entregas, entre outros. Relatórios e métricas para auxiliar em tomadas de decisões do seu e-commerce para supermercados. Tudo integrado com o seu ERP e funcionando automaticamente.

Facilidade de compra.

É fundamental, especialmente online. Sem filas para fazer o check-out, sem percorrer os corredores para encontrar o produto certo, bem como a possibilidade de fazer compras no conforto de sua casa, são apenas três das muitas vantagens que as compras online oferecem aos seus clientes. Oferecer um serviço o mais conveniente possível, com poucos cliques e navegação inteuitiva é o cenário ideal.

Não complique demais as coisas.

Deixe seu cliente comprar de qualquer lugar e como quiser, seja omnicanal. Facilitar a experiência de varejo para ambos os lados, cliente e empresa, é o que parece o sucesso. Amplie as opções de entrega, deixe que ele retire as compras no supermercado, ofereça serviços personalizados e tente imitar a experiência na loja, imagine o horário em que ele esteja em casa. Sem costura, fácil, arejado.

As características da plataforma de comércio eletrônico são infinitas. É preciso pensar e planejar profundamente para entender o que é necessário e o que funciona para cada negócio, seu estágio e seu cliente final. O que as empresas devem considerar ao analisar se uma plataforma de comércio eletrônico é a mais adequada para uma operação de mercearia online? Aqui estão alguns deles. 

É importante salientar que a loja não se vende sozinha. É fundamental divulgá-la utilizando as melhores técnicas de marketing digital. A plataforma deve oferecer um blog que possua possibilidade de otimização de SEO (assista o nosso vídeo com as dicas), para a conversão orgânica de clientes. 

A pandemia consolidou uma tendência que já era forte. Faça como os nossos clientes que vendem mais de 1MM pela nossa plataforma. Agende uma demonstração da Instabuy, especializada em supermercados. 

Comece a vender online com o seu supermercado com loja digital, aplicativo, sistema de pagamento, aplicativo de separação e integração com o seu ERP.